Miguel de Cervantes: “Não há pior vilão que o vilão consciente…

“Não há pior vilão que o vilão consciente. “