Miguel de Cervantes: A inveja vê sempre tudo com lentes de aum…

A inveja vê sempre tudo com lentes de aumento que transformam pequenas coisas em grandiosas, anões em gigantes, indícios em certezas.